nao-consigo-fazer-dieta 16 abr 2018

BY: admin

Ansiedade / Nutrição / Transtornos e Patologias em geral

Comments: Nenhum comentário

Não Consigo Fazer Dieta: Por Quê?

Não Consigo Fazer Dieta: Por Quê?

“Não consigo fazer dieta!”; você já parou para pensar no que existe por trás dessa queixa tão comum? Realmente, à principio a coisa parece bem simples: basta montar o cardápio da semana, refeição por refeição…e seguir.

Porém, na prática tudo é diferente. Você toma o suco detox no café da manhã e fica morrendo de fome, suspirando por um pão francês com manteiga. No almoço, aquele prato colorido de salada na entrada parece mais uma burocracia a cumprir do que algo para matar a fome.

Então, no segundo ou terceiro dia você chuta o balde e ataca com voracidade uma barra de chocolate (ao leite, claro) inteira, uma porção de batata frita e o que mais surgir pela frente.

Daí bate a culpa e vem de novo a pergunta: Por que não consigo fazer dieta? Confira a seguir algumas explicações do que pode estar por trás dessa sua dificuldade.

 

Por que não consigo fazer dieta: conheça algumas explicações para o problema

Analisando de um ponto de racional, não deveria ser tão difícil fazer dieta. Afinal, queremos emagrecer para ter um corpo mais bonito, poder usar roupas de praia sem constrangimento e inclusive para ter uma vida mais saudável, já que o sobrepeso e a obesidade contribuem para o desenvolvimento de várias doenças.

Entretanto, a dieta é uma daquelas coisas fáceis de planejar e difíceis de executar. São raros os casos de pessoas que têm sucesso na primeira tentativa. Essa grande dificuldade para seguir uma dieta pode ter 3 explicações principais: expectativas irreais, fome emocional e encarar o emagrecimento como algo passageiro.

 

Por que não consigo fazer dieta: cuidado com as expectativas irreais

Aqui temos aquele caso clássico da pessoa que deseja “perder 15 quilos até o verão”. O detalhe é que ela começa a dieta no fim de novembro. Traçar metas pouco realistas só contribui para aumentar a ansiedade, o que por sua vez torna ainda mais difícil seguir um plano alimentar.

Perder muito peso em pouquíssimo tempo não é saudável, pois em geral implica seguir dietas muito restritivas, que privam o organismo de nutrientes essenciais e podem acentuar a perda de massa muscular, além de serem um gatilho para a fome compulsiva.

Portanto, tenha objetivos factíveis ao entrar numa dieta, lembrando que a perda de peso deve ser mantida a longo prazo e a pressa pode colocar tudo a perder.

 

A fome emocional e a dificuldade para fazer dieta

fome emocional

Fome emocional é quando usamos a comida como meio de fuga, alegria e conforto. É um comportamento que visa evitar emoções dolorosas através da ingestão de alimentos ricos em gorduras e carboidratos refinados, como doces, salgadinhos, batatas fritas, refrigerantes etc.

E quando a comida, especialmente a comida que devemos evitar para perder peso, serve para amenizar nossos conflitos e dificuldades emocionais, não há argumento racional que consiga nos manter firme na dieta.

Nesses casos, a psicoterapia pode ser de grande ajuda para que a pessoa consiga transformar sua relação com a comida e entender os mecanismos que geram a fome emocional.

 

Insistir em dietas em vez de apostar na reeducação alimentar é um erro

Pensar na dieta como “sacrifício temporário” para emagrecer é um grande erro, ao menos para quem pensa em manter-se em forma para o resto da vida.

Por isso, o conceito de “dieta” ou “regime” cada vez mais vem sendo abandonado e substituído pela ideia de reeducação alimentar.

Fazer uma reeducação alimentar tem a ver com um novo estilo de vida, onde a comida é vista como fonte de nutrição para o corpo e satisfação, mas sem servir como muleta para questões emocionais mal resolvidas.

Não se trata de contar calorias e sim escolher os alimentos que trazem mais benefícios ao corpo, em porções adequadas.

Talvez essa seja uma boa resposta para a pergunta: por que não consigo fazer dieta?

Porque dietas não funcionam, é preciso adotar uma nova forma de comer que possa ser mantida ao longo do tempo.

Como vimos, não conseguir fazer dieta é um problema para muitas pessoas que estão insatisfeitas com o próprio corpo. Entre os motivos que explicam essa grande dificuldade, encontramos as expectativas irreais, a fome emocional e os problemas inerentes às dietas, que devem ser substituídas pelo conceito de reeducação alimentar.

Nem sempre é fácil identificar as questões emocionais que estão por trás da dificuldade em emagrecer, por isso é importante buscar ajuda psicológica especializada para superá-la de uma vez por todas.

Esse artigo tem caráter informativo, se você se identificou com qualquer sintoma busque ajuda profissional, consulte um psicólogo em Bragança Paulista.

IIPB – Instituto Integrado de Psicologia Bragança.

Fone: 11 2277-4283 ou whatsapp: 971438628

Psicólogo em Bragança Paulista e região. – Atendimento infantil, adolescente e adulto.

www.iipb.com.br

 

 

 

 

o que é ansiedade, causas ansiedade IIPB 02 jan 2018

BY: admin

Ansiedade

Comments: 6 Comentários

O que é ansiedade, quais são suas causas, sintomas e como tratar.

O que é ansiedade?

A ansiedade é considerada um dos males do século, muitas pessoas sofrem desse mal em diversas partes do mundo. A Organização Mundial de Saúde estima que 33% da população mundial sofra de ansiedade e no Brasil a taxa é a mais alta do mundo, estima-se que 9,3% dos brasileiros sofram com ansiedade. Mas afinal, o que é ansiedade?

A ansiedade não é algo novo, mas com certeza foi sendo piorada ao longo do tempo por diversos fatores culturais e econômicos. Pode-se caracterizar a ansiedade como uma preocupação excessiva, com o futuro, seja ele o futuro imediato (algumas horas) ou futuro distante (alguns anos), essa preocupação demasiada traz outros sentimentos que acompanham a ansiedade, o medo, a tensão, o pânico.

o que é ansiedade post iipb

 

Porém a ela ocorre de diversas maneiras e em intensidades diferentes, veja alguns exemplos dos tipos de ansiedades mais comuns:

  • Ansiedade benéfica: Esse tipo de ansiedade é considerada positiva e necessária para o dia a dia, ela move a pessoa a “ir para a vida” trabalhar, estudar, conquistar seus objetivos e produzir, sem esse tipo de ansiedade por fazer, a pessoa fica parada, estagnada, sem vontade de realizar até mesmo as mais simples tarefas do dia a dia. Não proporciona nenhum tipo de sofrimento nem promove sintomas físicos, por isso, é considerada benéfica.
  • Ansiedade Mediana: Atinge uma grande parte da população, traz sintomas físicos e psíquicos como leve irritabilidade, falta de concentração, dificuldade para dormir, se manifesta na psique de forma que prejudica o funcionamento saudável do individuo, trazendo tensão, medo, preocupação com situações que muitas vezes nem acontecem, mas já estão acontecendo na mente da pessoa.
  • Ansiedade Grave ou generalizada: Mais conhecido como (TAG), transtorno de ansiedade generalizada, esse tipo de ansiedade desencadeiam sintomas físicos e psíquicos que incapacitam o sujeito de trabalhar, sair de casa, de ter vida social em geral e fazer coisas rotineiras. Esse tipo de ansiedade é caracterizada pela preocupação extremamente desproporcional com situações normais e cotidianas e é acompanhada de 2 ou mais sintomas como inquietação, fadiga, irritabilidade, dificuldade de concentração, tensão muscular e perturbação do sono e tende a durar mais de 6 meses.

Sintomas da Ansiedade

A ansiedade pode gerar sintomas psíquicos e físicos diversos, dependendo de cada pessoa mas os mais comuns sintomas da ansiedade são:

Sintomas Psíquicos da ansiedade

  • Medos irracionais
  • Preocupação Exagerada
  • Perfeccionismo
  • Inquietação
  • Visão Irreal dos problemas

Sintomas Físicos da ansiedade

  • Surgimento de tremores ou espasmos
  • Cansar-se com facilidade
  • Dificuldade de concentração;
  • Gastrite, dores de estômago e náuseas.
  • Tensão muscular;
  • Distúrbios do sono (dificuldade de iniciar ou manter o sono e sensação sono não satisfatório)
  • Dores de cabeça
  • Sudorese

Esses sintomas precisam permanecer na maioria dos dias em torno de 6 meses para um possível diagnóstico de TAG, ainda assim é necessária uma avaliação profissional uma vez que a mesma pode estar associada a diversas outras doenças e transtornos mentais.

Causas da Ansiedade

As causas da ansiedade não são bem definidas, estão extremamente ligadas as história de vida de cada pessoa e a forma com que ela se relaciona com o mundo. Ainda assim existem fatores genéticos, a probabilidade aumenta se você tem pessoas na família que sofrem de ansiedade crônica. Existe o fator mais importante que é o fator ambiental, a maneira como vivemos e a maneira como nossa psique encara um mundo ansioso, tão veloz e com tantas informações que ainda não somos capazes de absorver por completo, o que parece produzir um sentimento de ansiedade existencial.

Tratamento para Ansiedade

O melhor tratamento para ansiedade é a psicoterapia, é necessário saber exatamente de onde vem esse sentimento tão complexo e tão perturbador para então poder falar sobre ele, falar sobre os medos, as aflições, as preocupações e poder aliviar os sintomas para a partir disso aprender a controlar quando eles estiverem prestes a tomar conta da psique novamente. Paralelo ao tratamento psicoterapêutico é importante recorrer a técnicas de respiração, meditação, ioga e exercícios que auxiliem no esvaziamento dessa psique tão cheia de tantos pensamentos e controlem a tensão muscular. O tratamento com medicamentos também é recomendado para casos graves onde a pessoa está incapacitada até mesmo de sair de casa.

tratamento para ansiedade IIPB

Como lidar com a ansiedade?

Existem diversas técnicas e exercícios que podem auxiliar a controlar ansiedade e aprender a lidar melhor com ela no dia dia.

  1. Pratique exercícios físicos – Durante a pratica de exercícios nosso corpo libera uma série de substâncias como serotonina e dopamina que regulam o humor, o apetite, a frequência cardíaca, o sono, entre outros, e nos ajudam a manter nosso corpo e mente em equilíbrio.
  2. Turbine sua alimentação com Triptofano – O triptofano é uma substância que regula o humor e proporciona maior sensação de bem estar, pois auxilia na construção da serotonina. Investir em alimentos ricos em proteína e triptofano é excelente, alguns exemplos são: banana, carnes, peixes, ovos, queijo, amendoim, amêndoa, ervilha, abacate.
  3. Alivie a tensão muscular – É preciso dar mais atenção ao corpo, algumas terapias complementares como acupuntura, massagens, musicoterapia, shiatsu, reiki, calatonia, auxiliam no alivio da tensão corporal e no equilíbrio corpo-mente, aliviando o stress diário.
  4. Invista nos chás – Nossos ancestrais usavam os chás como medicamentos poderosos e não é a toa, a maioria dos medicamentos que hoje usamos vieram de plantas medicinais. Chás como o de camomila, lavanda, alecrim, melissa, cridreira, maracujá, são calmantes e podem auxiliar no alivio da inquietação provocada pela ansiedade.
  5. Organize-se – Ser organizado externamente auxilia na organização interna de nossa psique. Viver em um ambiente mais organizado também, assim como ter uma agenda e anotar todos os compromissos e afazeres que estão em sua mente, é como tirá-los de você e colocar em um papel, sabendo que você não irá esquecer e reduzir com isso a preocupação com os acontecimentos futuros.
  6. Encontre um Hobby – Ter uma atividade prazerosa é um dos fatores mais importantes na vida de uma pessoa, descobrir o que gosta e colocar em prática é essencial para ter bons momentos e sentir mais prazer na vida. Seja jogar futebol com os amigos, fazer aulas de pintura, tocar um instrumento, fazer um curso de culinária ou até mesmo jardinagem. Invista em você, procure algo que te tire da rotina cansativa e te leve para outras possibilidades.
  7. Autoconhecimento – Sem o auto conhecimento a vida fica mais difícil, procure se conhecer, invista em psicoterapia, em momentos com o silêncio, aumente sua percepção sobre você mesmo. Auto conhecimento é libertador.

 

Esse texto tem caráter informativo, se você se identificou com qualquer sintoma procure um psicólogo.
IIPB – Instituto Integrado de Psicologia Bragança –
 Psicologo em Bragança Paulista, Atibaia e região.

 

 

Whatsapp!